quarta-feira, 26 de agosto de 2009

PROVA DE FILOSOFIA VESTIBULAR DA UFMG

A prova de Filosofia é específica para os candidatos aos cursos de Filosofia e Direito, sendo aplicada na Segunda Etapa do Vestibular.


O Programa é constituído de duas partes.
A PARTE I é estruturada em torno de problemas de História da Filosofia, pois o apelo à tradição é um aspecto essencial do exercício filosófico.
A PARTE II consta de três textos filosóficos, indicados a cada ano, e que serão objeto de questões interpretativas. Pretende-se com a prova de Filosofia:
1- Verificar o conhecimento dos candidatos acerca de textos, autores e temáticas considerados como integradores de um patamar inicial em Filosofia.
2- Avaliar habilidades como compreensão e interpretação de textos, bem como a capacidade de argumentação e reflexão dos candidatos.
Sobre a PARTE I do Programa, cabe observar dois pontos.
1- Não se pretende com os itens abaixo cobrar do candidato informações detalhadas sobre um assunto específico. Por exemplo, o item 3.1 requer que o candidato tenha uma noção geral da concepção de ser humano na Filosofia Antiga, de modo a compreender de que modo os conceitos de corpo e alma contribuem para o conceito de natureza humana, assim como a importância da dimensão política em sua definição. Um outro exemplo: o item “A crise da razão” (7.1) requer que o candidato tenha um conhecimento geral das várias críticas ao projeto racionalista e iluminista desenvolvidas na Filosofia Contemporânea.
2- Pretende-se principalmente que, a partir de um conhecimento básico sobre itens específicos, o candidato possa desenvolver uma reflexão sobre problemas correlatos e não necessariamente vinculados a um momento específico da História da Filosofia. Esses itens são compreendidos como temas geradores, ou seja, oferecem fundamentos e conceitos para a abordagem de questões que fazem apelo à capacidade de reflexão e argumentação dos candidatos. Exemplos: O item “prazer e virtude” é correlato ao problema da relação entre a realização dos desejos e a felicidade; o item “a revolução científica” possibilita questionamentos sobre o papel da subjetividade no conhecimento, sobre a relação entre ética e ciência e ética e técnica; o item “dever e liberdade em Kant” pode ser relacionado ao problema da liberdade e do determinismo; já o item “a crise da razão” se abre para os problemas da relação entre natureza e cultura, entre consciência e inconsciente para os temas bastante atuais do relativismo, universalismo, multiculturalismo e dos direitos humanos.

PARTE I: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1- A NATUREZA DA FILOSOFIA
1.1- A origem existencial da Filosofia.1.2- A origem histórica da Filosofia.

2- NOÇÕES DE LÓGICA
2.1 - Que é inferência. Verdade e validade.
2.2 - Raciocínio dedutivo e indutivo.

3- A FILOSOFIA ANTIGA3.1 - A concepção de ser humano:- alma e corpo, razão e desejo;- o homem como ser político.
3.2 - Ética e política:
- prazer e virtude: Sócrates e os sofistas;- virtude e felicidade em Aristóteles.
3.3 - O conhecimento:
- conhecimento sensível e conhecimento inteligível;- ceticismo e dogmatismo.

4- A FILOSOFIA MEDIEVAL4.1 - Ética e política: lei natural e lei divina.
4.2 - O conhecimento: razão e fé no pensamento medieval.

5- FILOSOFIA RENASCENTISTA5.1 - A concepção de ser humano: o humanismo renascentista
5.2 - Ética e política: Maquiavel e o problema do poder

6- A FILOSOFIA MODERNA6.1 - A concepção de ser humano: o homem senhor da natureza.6.2 - Ética e política:- dever e liberdade em Kant;- soberania, jusnaturalismo e contrato social.
6.3 - O conhecimento:- a revolução científica do século XVII;- racionalismo e empirismo;- a questão da subjetividade.

7- A FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA7.1 - A concepção de ser humano:- a existência;- o homem como objeto da ciência.
7.2 - Ética e política:- a crítica à consciência: Marx, Nietzsche, Freud;- totalitarismo e democracia.
7.3 - O conhecimento:- o positivismo: a ciência como única forma de conhecimento;- a crítica ao positivismo: Popper e Kuhn;- a crise da razão.

PARTE II: TEXTOS QUE SERÃO OBJETO DE QUESTÕES INTERPRETATIVAS

 Clique nos nomes abaixo para realizar o download:

1. ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. Livros VIII e IX. (Texto disponível na coleção Os pensadores)
2. KANT. Immanuel.Crítica da razão pura. (Prefácio à 2ª Edição). (Texto disponível na coleção Os pensadores).3. NAGEL, Thomas. "Certo e errado". In: Uma breve introdução à filosofia. Tradução de Silvana Vieira. São Paulo: Martins Fontes, 2001..

            AULAS DE FILOSOFIA PREPARATÓRIO PARA O VESTIBULAR UFMG 2010

ANÁLISE DOS TEXTOS E APROFUNDAMENTO NOS CONTEÚDOS:

Aulas de preparação para a 2ª etapa do vestibular da UFMG

Matrículas abertas! Vagas limitadas!

Programação:                 
1ª Parte: Aprofundamento no Conteúdo Programático (de acordo com o Edital do Programa de Filosofia da UFMG)
2ª Parte: Leitura e análise dos textos:

Livros VIII e IX da Ética a Nicômaco de Aristóteles.
Prefácio à 2ª Edição da Crítica da Razão Pura de Kant.
Capítulo "Certo e errado" de Uma breve introdução à filosofia de Thomas Nagel.

Turmas com no máximo 10 alunos**;
Análise aprofundada dos textos da 2ª Etapa da UFMG 
Material didático próprio***;
Aulas multimídias e interativas;
Espaço grande e arborizado;
Próximo ao Colégio Magnum;
Ônibus na porta (Linha 8103 - Azul);
Pontos de referência: próximo à Av. Cristiano Machado (Nova Floresta / Colégio Magnum) e Rua Jacuí.

Aulas com o Professor Leonardo Oliveira de Vasconcelos
Professor de Filosofia e Sociologia do Colégio Magnum Agostiniano.
Bacharel e Licenciado em Filosofia pela UFMG.
Local: 
Espaço Villa dos Dons
(Rua Horta Barbosa, n° 887. Nova Floresta. Belo Horizonte - Minas Gerais. Ônibus: 8103 ).

Contato: 
(31) 2552-7391.
leo.o.ufmg@gmail.com

Data, dia e horário:
Novembro a Dezembro de 2009.
Turmas aos Sábados, de 13:00h. às 17:40h.

**Valor: 
R$ 650,00 (Material incluído. Valor dividido em 3 vezes no cheque.

Um comentário:

Pensamentos

"Conhece a ti mesmo." Sócrates --"A linguagem é a morada do Ser." Heráclito -- "O homem é a medida de todas as coisas." Protágoras -- " Penso, logo existo. " René Descartes -- " O Mundo é minha representação sobre ele. " Artur Schopenhauer -- " Ai ai, o tempo dos pensadores parece ter passado! " Soren Kierkaard -- "Sobre aquilo que não pode ser dito deve se calar.” Ludwig Wittgenstein -- "O Ser é um horizonte de possibilidades." Martin Heidegger -- "A essência precede a existência." Jean Paul Sartre -- " A esperança floresce senão sobre o solo do desespero. " Gabriel Marcel "A razão e a sabedori falam. O Erro e a ignorância gritam." Sto. Agostinho "A melhor lição é o exemplo." Sto. Agostinho